quarta-feira, 13 de maio de 2015

O que é escola?


Tenho pensado muito sobre o papel da escola nesse nosso mundão de Deus. Por que colocamos diariamente crianças enfileiradas para tentar ensinar algo? Por que a nossa escola segue um modelo de séculos atrás se claramente ouvimos diariamente nas salas de professores que "os alunos não são mais os mesmos". Por que tentar obter resultados diferentes fazendo sempre tudo igual?

Acho que o nosso modelo de escola está muito aquém das necessidades dos alunos de hoje. Mas o que colocar no lugar se nem esse modelo consegue funcionar a contento? A instituição escola perdeu sua função? Um vídeo assistido recentemente vêm me ajudando a pensar sobre tais questões.


É um projeto modesto, em formato de documentário produzido com professores, funcionários e alunos da escola Lourenço Castanho, uma das mais caras de São Paulo. E uma das "melhores", quando esse "melhor" é medido a partir dos índices no ENEM, é claro.




Apesar de discordar totalmente de algumas falas, me identifiquei com a fala de uma das professoras:

"Só vira professor quem tem uma espécie de gratidão com a herança que recebeu, a oportunidade de transmitir às novas gerações aquilo que a humanidade já produziu de melhor, aquilo que a gente acha que é válido, aquilo que a gente acha que deve permanecer no mundo mesmo quando a gente não tiver mais aqui. O que elas farão com isso a gente não sabe."

É bem isso mesmo. Toda educação é baseada no que a gente julga importante transmitir às novas gerações. O que nós professores julgamos melhor? O que tem atravancado o nosso caminho na "transmissão" desse melhor? Não sei, mas desconfio de muita coisa.


Um comentário: